quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Carro é roubado com criança dormindo no banco traseiro

Jornal do Almoço - ClicRBS

Share/Save/Bookmark

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Laguna – Fonte da Carioca: Quem conhece?

Construída pelos escravos, em 1863, a Fonte da Carioca até hoje abastece a população de água potável, cuja nascente, no alto do morro, é protegida e fiscalizada constantemente. Ao processo de depuração natural uniu-se a filtração artificial com filtros de areia. A água da Carioca, conforme crendice popular, tem poderes afrodisíacos. Os visitantes que beberem daquela água ficarão eternamente enamorados por Laguna.

Crendices e bobagens à parte, quem conhece um pouco de Laguna e a história de Santa Catarina sabe que a Fonte da Carioca é um dos pontos turísticos mais visitados da cidade e o espaço mais utilizado pela população local durante o ano inteiro. A água é boa e nem se compara com a que é distribuída pela Casan (um nojo, pra ser bem franco).

Esse pequeno filme que fiz no dia de hoje mostra como as autoridades municipais tratam esse lindo e importante patrimônio histórico.

O calçamento é secular, concordo, mas uma acomodação e um ajuste nas pedras poderia e deveria ser feito. É difícil quem acesse a Fonte da Carioca que não dê uma topada ou leve um escorregão; tombo na certa!

As torneiras, mesmo que se tente fechá-las, continuam pingando sem parar (dia e noite); o prédio da fonte carece (há tempo) de uma reforma, uma pintura que seja; reparem no limo grudado nas paredes e nas torneiras; existe uma frondosa árvore na frente da Fonte da Carioca, mas nenhum banco para as pessoas sentarem, descansarem e desfrutarem da beleza do local.

E é assim que o rico patrimônio da nossa querida Laguna vem sendo tratado. Coisas que me deixam indignado, mas que tem que ser mostradas.

Apesar do descaso das autoridades a Fonte da Carioca continuará firme e forte.

E viva o Vitório!


Share/Save/Bookmark

Chega de naba! - Governo prepara regras para transição de prefeitos e governadores

Chega de deixar abacaxi para os novos prefeitos

O governo federal finaliza um projeto de lei que cria regras para a transição de prefeitos e governadores. A proposta tem como objetivo orientar tanto quem deixa como quem assume o governo para dar continuidade aos projetos e programas que estão em andamento. A preocupação do governo é criar uma regra nacional que não interfira na autonomia dos municípios e dos Estados.

O projeto está dividido em três regras principais. A primeira delas é estabelecer o compromisso do prefeito que sai de colocar à disposição de seu sucessor e da Câmara Municipal ou da Assembléia Legislativa uma série de informações, como a situação financeira, as parcerias, os convênios e os débitos programados para os primeiros três meses da nova gestão.

A proposta também prevê a criação de um gabinete de transição. Porém, o formato dessa equipe deverá ser regulamentado por meio de leis para não ferir a autonomia dos Estados e dos municípios.

A terceira principal regra é estabelecer as penalidades caso o prefeito ou governador deixe de cumprir as novas regras de transição. A previsão é que esse item também seja regulamentado por leis locais.

A lei deverá ser concluída e enviada ao Congresso Nacional no início de 2009, após o recesso parlamentar, informou o subchefe da Secretaria de Assuntos Federativos da Presidência da República, Alexandre Padilha. Folha Online


Share/Save/Bookmark

Enchentes em Santa Catarina: Deputados aprovam auxílio de R$ 415 às vítimas

Deputados estaduais votam Auxílio Reação para vítimas das enchentes

Deputados estaduais de Santa Catarina aprovaram nesta tarde o benefício Auxílio Reação, pago às vítimas das enchentes ocorridas no Estado durante o mês de novembro. Editada pelo governador Luiz Henrique da Silveira (PMDB), a medida provisória criou uma bolsa de R$ 415, durante seis meses, às famílias que tiveram as casas atingidas pelas chuvas. O valor será pago com os R$ 28 milhões em doações depositados nas contas criadas pela Defesa Civil.

Em sessão que contou até mesmo com protesto de policiais militares que estavam em greve, a medida provisória foi votada em regime de urgência. A aprovação foi marcada pelas duras críticas de oposicionistas, que queriam estender o pagamento às famílias que permanecem em abrigos.

A bancada do PT protestou duramente ao ter emendas rejeitadas pela base governista. O partido tentava estender o benefício às 5 mil vítimas da enchente que permanecem em abrigos espalhados pelo Estado. Pela medida provisória do governo, só têm direito ao benefício as pessoas que estão alojadas em casas de familiares ou alugaram novas moradias.

"Temos que ajudar também quem está nos abrigos a reconstruir sua vida. Muitos deles foram vítimas de deslizamentos e não têm mais casas e nem mesmo terreno para construir", afirmou a deputada Ana Paula Lima (PT), presidente do Fórum dos Atingidos pela Enchente. "Acredito que o governador deva retornar às cidades atingidas para viabilizar uma nova estratégia de atendimento a essas vítimas".

Os governistas alegam que as vítimas que permanecem nos abrigos teriam a alimentação e assistências custeadas pelo Estado. Notícias Terra

Comentário: Até agora os governos (federal e estadual) não entraram com nenhum centavo para ajudar diretamente as vítimas das enchentes. Fazem festa e estardalhaço achando que estão fazendo algum favor ao liberar o Fundo de Garantia que é dinheiro do trabalhador e agora, para a concessão desse tal Auxílio Reação, vão utilizar o dinheiro que foi doado espontaneamente pela população para ajudar os atingidos pela catástrofe. Cumprimentar com o chapéu alheio é bom pra caramba. Também quero!


Share/Save/Bookmark

Para Lula, ONU não tem coragem para colocar paz em Gaza

Lula, o governador Eduardo Campos e o prefeito de Recife, João Paulo, durante cerimônia de inauguração meia-boca do Parque Dona Lindu

A Organização das Nações Unidas (ONU) não tem coragem de tomar a decisão de colocar paz no Oriente Médio. A afirmação foi feita há pouco pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Recife (PE), durante cerimônia de inauguração da primeira etapa do Parque Dona Lindu, no bairro de Boa Viagem. Segundo o presidente, que fez um discurso de 45 minutos, essa falta de ação da ONU no conflito entre israelenses e palestinos é motivada pelo poder de veto dos EUA no Conselho de Segurança.

"Nós, do Brasil, vamos trabalhar junto a outros países para achar um jeito daquele povo parar de se matar". O presidente destacou que o Brasil convive em paz com árabes e judeus e destacou que "violência gera violência". Lula reconheceu que o Hamas é "muito radical", mas comparou o potencial bélico de Israel frente aos palestinos como de uma bomba ante um palito de fósforo. Ele disse ainda que o mundo precisa de paz e pediu uma salva de palmas para os presentes em homenagem à paz. Agência Estado


Share/Save/Bookmark

Pastor também mente. E como

Mário Medaglia

O vice prefeito Bita Pereira e prefeito interino de Florianópolis estragou meu dia e azedou meu fim de ano com a entrevista que deu hoje pela manhã na rádio CBN aos jornalistas Mário Motta e Moacir Pereira.

Com sua conversa pastoral e sem conteúdo desfiou um monte de baboseiras sem o menor sentido, transformando aquele espaço em uma grande peça de ficção.

bita_pereira Lá pelas tantas, talvez irritado com o papo furado do vice – aliás, por onde anda o titular? – Moacir desabafou listando uma série de carências da nossa cidade, como o sistema viário, o aeroporto, o acesso ao sul da ilha, transporte coletivo deficiente, crescimento desordenado, falta de fiscalização da Prefeitura e – acrescento eu - conivência da Câmara Municipal, falta de equipamentos turísticos, como marinas, trapiches, proliferação de construções irregulares servindo de portais turísticos nas entradas de algumas de nossas principais praias.

Enfim, a lista é imensa e ainda faltou dizer que nossa cidade não tem parques e que aquele vereadorzinho de merda, o tal da “moeda verde”, acha muito natural porque “Florianópolis não tem tradição de parques”. Foi a frase mais imbecil e calhorda que ouvi de um político que deveria trabalhar pelo bem da comunidade ao invés de fazer contrabando de bebida e encher o bolso com o resultado de atividades suspeitas.

Apesar de tudo e de concordar com o desabafo do jornalista, Bita Pereira ainda achou motivos para elogiar Dário Berger e justificar os estragos feitos na cidade graças ao acúmulo de omissões, safadeza e incompetência. Exemplo recente: aquele precioso espaço após o túnel Antonieta de Barros na baía sul, que poderia abrigar um belo parque à beira mar, já esta virando um muquifo com passarelas depredadas, o mato crescendo e o aparecimento das primeiras obras que ninguém sabe sobre suas finalidades.

Voltando ao passado e por questão de justiça, é preciso lembrar também a ocupação irracional dos espaços do aterro da baía sul com camelódromos, estacionamentos, garagens de ônibus, um fedido merdódromo, e um suspeitíssimo centro de eventos. Tudo isso em substituição ao projeto do paisagista Burle Marx. Projeto que sumiu e ninguém sabe, ninguém viu. Os parques de Curitiba, São Paulo e Porto Alegre, por exemplo, não servem de inspiração para nossos legisladores e administradores porque não representam fonte de rendimento, seja econômico ou político.

E vem aí mais Dário, mais Bita, muitas promessas, mais mentiras.

Blog Batendo Forte

Comentário: Ouvi a entrevista do Bita Pereira e estava participando do chat da rádio CBN/Diário (Notícia na Manhã, com Mário Motta). Tudo o que o Mário Medaglia comenta no seu post é a pura realidade. Nada a acrescentar. Bita Pereira deveria cair na real e, ao invés de assumir seu pseudo conhecimento sobre a realidade da cidade, se recolher às suas orações, pegar uma prancha de surfe e nos livrar de suas baboseiras. Ninguém merece!


Share/Save/Bookmark

Santa Catarina - Balneário Camboriú tem ocupação de 95%

Beira da praia de laranjeiras, em Balneário Camboriú, ficou repleta de pessoas neste final de semana

Os hotéis de Balneário Camboriú, no litoral de Santa Catarina, registram ocupação de 95%. Segundo Osmar de Souza Nunes Filho, secretário de turismo do município, até amanhã, o número de turistas na cidade deve alcançar 380 mil. "Na noite de Réveillon passam por aqui 450 mil pessoas, entre turistas hospedados e pessoas que vêm de outras cidades", explicou.

O secretário afirma a taxa de ocupação para o a virada do ano está dentro do esperado para a cidade. "A catástrofe aconteceu, atrapalhou até o dia 20 de dezembro. De lá para cá, o movimento reagiu. As pessoas passaram a ver que nada aconteceu aqui no litoral", disse.

Conforme Nunes Filho, em razão das chuvas que atingiram Santa Catarina, Balneário Camboriú teve perda de 100 a 120 mil visitantes. "Em razão do cenário atual, com toda mídia e o clima, esperamos recuperar esse movimento durante os meses de fevereiro e março", explicou.

Durante o período de 20 de dezembro de 2007 até 31 de março de 2008, Balneário Camboriú recebeu 970 mil visitantes. O turismo representa 90% do Produto Interno Bruto (PIB) de Balneário Camboriú. Em termos estaduais, a cidade é responsável por 30% do turismo de Santa Catarina. Redação Terra


Share/Save/Bookmark

Medo de gravação comprometedora garante a promoção de Lacerda do inferno da Abin para o paraíso lusitano

Em depoimento a CPI dos grampos em Brasília, Lacerda negou qualquer tipo de escuta clandestina

Jorge Serrão

Quem sabe (demais) faz a hora de uma nova promoção. Não espera acontecer a simples exoneração. Os dois versinhos meio lusitanos descrevem bem o que aconteceu ontem com o delegado federal Paulo Fernando da Costa Lacerda. Após semanas de complicadas negociações políticas sobre seu destino, o policial (ligadíssimo ao chefão Lula da Silva) comprovou o quanto vale a pena ter informação privilegiada sobre os poderosos de plantão.

Um dos homens mais informados sobre os intestinos do governo da República Sindicalista, Paulo Lacerda foi afastado, definitivamente, do comando da Agência Brasileira de Inteligência. No entanto, acabou “caindo para cima” com a nomeação para o cargo de adido policial na embaixada do Brasil em Portugal. Sai do inferno da Abin – onde sete diferentes grupos brigam por poder – para o paraíso da vidinha além-mar, ganhando um salário que pode chegar a R$ 70 mil, sem contar as mordomias diplomáticas de praxe. Alerta Total

Leia mais aqui.


Share/Save/Bookmark

Lacerda será chamado para depor sobre Satiagraha

Paulo Lacerda em depoimento á CPI dos Grampos Telefônicos na Câmara

A Polícia Federal está convencida de que o delegado Paulo Lacerda teve participação decisiva na intensa colaboração que a Agência Brasileira de Inteligência (Abin), sob sua gestão, prestou à investigação contra o banqueiro Daniel Dantas. Preliminarmente, a PF exclui a hipótese de que o engajamento de agentes e oficiais da Abin na Operação Satiagraha tenha ocorrido sem o consentimento expresso de Lacerda, por isso ele será chamado para depor no inquérito que apura vazamento da missão que tem como alvo maior o controlador do Grupo Opportunity. Agência Estado


Share/Save/Bookmark

Santa Catarina - Comissão da Assembléia busca resolver impasse entre governo e Polícia Militar

Bope ocupa prédio do comando da PM em Florianópolis após manifestantes deixarem o local - 27/12/2008

Em meio à ameaça de punição aos policiais militares envolvidos no movimento da semana passada e à possibilidade de nova paralisação em janeiro, a Assembléia Legislativa (AL) vai agir como interlocutora para tentar pôr fim a conflituosa relação entre os praças e o governo do Estado.

A Comissão de Segurança Pública quer ouvir o secretário de Estado da Segurança Pública, Ronaldo Benedet, e espera um entendimento nos primeiros dias do ano para que a população não seja afetada.

— Nossa intenção é chamar o secretário (Benedet) para um esclarecimento. Entendemos que até agora o governo radicalizou — disse o deputado Dirceu Dresch (PT), presidente da comissão.

Os praças prometem retomar a paralisação, que durou seis dias e se encerrou no sábado, a partir do dia 7 de janeiro caso o governo não concretize a negociação em torno da implantação da Lei 254, que concede reajuste salarial aos militares.

Presidente da Associação dos Praças de Santa Catarina (Aprasc), o deputado estadual Amauri Soares (PDT), que é sargento da Polícia Militar, usou 15 minutos da tribuna da AL, na tarde desta segunda-feira, para mais uma vez defender o movimento e condenar a suposta atitude do governo em tentar dissolver a entidade.

— Um atentado à liberdade de expressão em um país que se diz democrático — atacou Soares sobre a decisão judicial que tirou do ar o site da Aprasc em ação da Procuradoria Geral do Estado (PGE). ClicRBS


Share/Save/Bookmark

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Garibaldi: não me preocupo com fala de Lula sobre candidatura

Garibaldi passa as festas de fim de ano em Natal, no Rio Grande do Norte

O presidente do Senado, Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), afirmou que as declarações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva questionando a legalidade da candidatura à reeleição da presidência da Casa não o preocupam. "Eu tenho pareceres de cinco juristas respeitados. Se o presidente da República me dissesse que politicamente minha candidatura não tinha tanta viabilidade, eu ficaria mais preocupado do que ele dizer que minha candidatura não tem tanta viabilidade jurídica", declarou.

O parlamentar disse que espera um comportamento "moderado" de Lula na eleição para a presidência do Senado, onde disputa diretamente com o petista Tião Viana. "Eu me preocuparia se ele (o presidente Lula) dissesse que iria se empenhar politicamente pela outra candidatura (do senador Tião Viana). Somos da base aliada e por isso acho que vai haver uma certa moderação no comportamento do presidente", analisou.

Sobre as críticas da oposição em relação à Medida Provisória que cria o Fundo Soberano, o presidente do Senado disse que não entra na discussão jurídica, mas questiona a base de sustentação do Fundo. "Eu não sei se é inconstitucional. Só me preocupo porque ele (o Fundo Soberano) agora está ancorado na base de títulos públicos. Acho que um fundo soberano não pode contribuir para o endividamento do País, pelo contrário. Essa é minha preocupação", afirmou Garibaldi. Agência Estado


Share/Save/Bookmark

Lá vai barão! - Novas regras para tirar habilitação passam a valer na quinta-feira

Motorista bêbado confunde delegacia com banheiro - Porto Alegre - junho/2008

As regras para tirar carteira de habilitação no país mudaram e, a partir da próxima quinta-feira (1º), entra em vigor a resolução 285 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito) que prevê um aumento na carga horária dos cursos de formação de condutores do país.

Em 2009, condutores passarão por 45h de aulas teóricas e 20h de aulas práticas; resolução 285 entra em vigor nesta quinta

De acordo com o órgão, a partir de 2009, os condutores serão submetidos a 45 horas de aulas teóricas - atualmente, são 30 horas - e 20 horas de curso de direção veicular - hoje são necessárias 15 horas de aulas práticas.

Com a mudança, sobe de 12 horas para 18 horas o total de carga horária do curso teórico sobre legislação de trânsito; de 8 horas para 16 horas o total de aulas de direção defensiva; e de 2 horas para 3 horas o curso sobre noções sobre o funcionamento do veículo de duas ou mais rodas.

Apesar da mudança, o Contran informa que para aqueles que se matricularam nos cursos em 2008, mas ainda não tiraram a carteira de habilitação, vale ainda a regra antiga.

Segundo o órgão, além do aumento da carga horária, a resolução 285 prevê algumas alterações também no conteúdo dos cursos, sobretudo para os condutores de motocicletas A partir do próximo ano, os alunos passarão por aulas teóricas sobre equipamentos de segurança para o motociclista, condução de motocicletas com passageiro ou cargas, e cuidados com as vítimas de acidentes de trânsito, entre outros.

Em 2009, também será permitido realizar aulas práticas de direção de motocicletas em vias públicas, monitoradas por um instrutor em outro veículo.

De acordo com o Contran, as alterações das regras tem como objetivo diminuir o número de acidentes de trânsito. Notícias Terra


Share/Save/Bookmark

Bom, né? - Lacerda é exonerado da Abin, mas vira adido policial da embaixada do Brasil em Portugal

Paulo Lacerda em depoimento à CPI dos Cartões Corporativos do Senado em 09/04/2008

Afastado há três meses e meio da direção geral da Abin (Agência Brasileira de Inteligência) desde o vazamento de dados da Operação Satiagraha, Paulo Fernando da Costa Lacerda, foi exonerado nesta segunda-feira do comando da agência. Mas, por ordem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Lacerda será o novo adido policial na embaixada do Brasil em Portugal.

Wilson Roberto Trezza, servidor da Abin, substituirá interinamente Lacerda no cargo de diretor-geral do órgão. Em nota, de dois parágrafos, o GSI (Gabinete de Segurança Institucional) informou a saída de Lacerda, sua nomeação para a embaixada e a substituição interina por Trezza.

Lacerda foi afastado do cargo em 1º de setembro, depois de estar no foco das suspeitas sobre grampos telefônicos feitos para monitorar conversas de autoridades, entre elas o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Gilmar Mendes, e o senador Demóstenes Torres (DEM-GO).

O afastamento de Lacerda e da cúpula da Abin foi definido depois que Mendes cobrou providências ao presidente Lula a respeito de um eventual monitoramento de sua rotina de trabalho dentro da Suprema Corte.

Desde que foi afastado, Lacerda passou a assessorar o ministro Jorge Félix (Gabinete de Segurança Institucional). Com isso transitava livremente pelo Palácio do Planalto e demais dependências da Presidência da República. Folha Online


Share/Save/Bookmark

Simpatia: Ideli critica contestação de Fundo Soberano no STF

Ideli Salvatti: a rapariga mais simpática do Senado Federal

A líder do PT no Senado, Ideli Salvatti (PT-SC), criticou nesta segunda-feira a iniciativa da oposição de contestar no Supremo Tribunal Federal (STF) a decisão do governo de injetar, por medida provisória, R$ 14,2 bilhões no projeto. Na última sexta-feira, o governo publicou uma MP que permite que o Tesouro Nacional emita títulos da dívida pública federal para garantir recursos ao Fundo, o que provocou protesto dos partidos oposicionistas e a ameaça de recurso à Suprema Corte.

"Entendo que o Fundo Soberano é um mecanismo extremamente importante (para o País para se fortalecer em um cenário) que está vivendo uma grave crise. A oposição deveria concordar (com a medida) e participar (dos debates). Temos todos os mecanismos possíveis para que o Brasil passe por essa crise com o menor impacto", comentou a senadora, que se reuniu nesta manhã com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

"A oposição tem o legítimo direito de recorrer, mas não acredito que o Supremo, diante da grave crise internacional, dê guarida ao pedido", completou, ressaltando que, diante da instabilidade financeira mundial, "o importante é blindar o País da crise". "Isso deve ser prioridade do País, para o governo e para a oposição", disse a parlamentar. Redação Terra


Share/Save/Bookmark

domingo, 28 de dezembro de 2008

Governador de Santa Catarina pede na Justiça a dissolução da Associação dos Praças de SC

Governador Luiz Henrique e a cacalhada em coletiva sobre o movimento da PM - Florianópolis, 26/12/2008

O governador Luiz Henrique da Silveira requereu na Justiça Estadual a dissolução da Associação dos Praças de Santa Catarina (Aprasc), a entidade que organizou e liderou a greve dos policiais e bombeiros militares.

A denúncia foi feita agora à tarde pelo presidente interino da Aprasc, deputado Sargento Soares, indignado com o requerimento feito pela Procuradoria Geral do Estado, a pedido do governador, de retirada do site da Aprasc da rede internet nos próximos 90 dias.

A diretoria da entidade permanece de plantão. A retirada do site do ar e o pedido de dissolução da Aprasc serão tema prioritário do deputado Sargento Soares na sessão extraordinária da Assembléia nesta segunda-feira. Blog do Moacir Pereira

Comentário: Agora tá virando moda mandar retirar sites do ar porque contrariam os interesses de determinados governos. Enquanto isso as páginas que fazem apologia e fomentam a pedofilia na internet crescem todos os dias sem que as autoridades competentes intervenham com a mesma eficiência. Qualquer dia desses qualquer nota ou opinião que venha de encontro aos interesses dos governantes de plantão serão alvo de censura por parte da Justiça.


Share/Save/Bookmark

Israel e Palestina: Entenda a disputa pela terra

Força militar de Israel afirma que continuará com os ataques; mais de 100 bombas foram arremessadas na faixa de Gaza nesta manhã

Qual lado tem razão no conflito entre israelenses e palestinos? Talvez seja impossível responder essa pergunta.

A questão palestino-israelense se reduz essencialmente à questão da terra - quem pode viver nela e quem controla seu uso. A isso têm se sobreposto questões de direitos humanos e direito internacional, afetadas pelo ressentimento e pela desconfiança mútuos após décadas de violência. Contesta-se cada fato, cada estatística, cada argumento e cada interpretação jurídica de cada resolução, sentença e documento. O que é incontestável é que os dois lados usaram e usam de assustadora violência um contra o outro e que não só os combatentes, mas também os cidadãos comuns, têm sofrido.

Os assentamentos israelenses na Cisjordânia se iniciaram em 1968. No começo do século 21, havia 400 mil israelenses vivendo em Gaza e na Cisjordânia (inclusive Jerusalém Oriental). Em muitos casos, o que denominavam assentamentos ou colônias já eram cidadezinhas bem estabelecidas.

Todas são ilegais pela Quarta Convenção de Genebra (1948), parte do que antes se chamava Lei da Guerra e hoje se conhece como direito humanitário internacional. A Quarta Convenção proíbe que os Estados assentem população civil em território ocupado. Tudo o que se faça com esse fim será ilegal, incluindo o que perpetue a situação. Foi essa a base do parecer de 2004 do Tribunal Internacional de Justiça que considera ilegal o muro que está sendo construído como barreira de segurança entre Israel e a Cisjordânia, pois partes de seu traçado ligam assentamentos ao território principal de Israel.

Em 1988, o Conselho Nacional Palestino (CNP), órgão legislativo da OLP, foi convencido pelo líder da organização, Yasser Arafat, a reconhecer as fronteiras israelenses de 1949. Isso implicava desistir de reivindicar a soberania sobre 78% da Palestina histórica e concentrar a luta na Cisjordânia e em Gaza.

Os israelenses, porém, tinham o direito de duvidar da firmeza dessas intenções, já que não se tomara nenhuma providência para alterar a Carta Nacional Palestina. Afinal, em 2006 o Movimento de Resistência Islâmica (Hamas) ainda não reconhecera Israel como Estado legal quando formou o novo governo da Autoridade Palestina (AP). A maioria dos observadores internacionais, entretanto, acreditava que, em alguma medida, isso acabaria acontecendo, mesmo que o Hamas adotasse uma designação para distinguir o legal do que considera legítimo.

Para os palestinos, a questão não é apenas a presença de colonos na Cisjordânia e (até 2005) em Gaza. É o controle israelense do território, o uso israelense dos recursos hídricos, as limitações que tudo isso impõe às suas perspectivas econômicas, a maneira pela qual são tratados pelas forças israelenses. A dignidade e a esperança dos palestinos, tanto como comunidade quanto como indivíduos, estão sob ataque permanente. Daí o ímpeto de revidar e levar a guerra aos civis israelenses. E, como é típico nos conflitos persistentes, as medidas que Israel toma para neutralizar a ameaça de violência acabam exacerbando o problema subjacente, mesmo que tenham algum impacto a curto prazo no reforço à segurança de Israel. Folha Online

Leis mais aqui.


Share/Save/Bookmark

sábado, 20 de dezembro de 2008

Feliz Natal a todos e até a próxima semana

Sinceramente não gosto nem um pouco desses dias que antecedem o Natal e o Ano Novo. O que se reverencia, afinal?

Tenho essa cisma comigo desde os tempos de infância. Sempre achei essas comemorações repletas de contrastes. Nunca me acostumei aos festerês e confesso que muita badalação nessa época, em especial, me deixa muito incomodado.

Não visito filhos, mãe, parentes, amigos, ninguém! Deixo-os comemorar as datas sem ter que infectá-los com o meu mau humor.

Para mim o Natal tem outro significado: o Natal se comemora todos os dias porque Jesus Cristo existe e está no meio de nós o tempo todo.

Deixo essa oração como um presente para os meus poucos porém fieis leitores.

Meu Deus, permiti aos bons Espíritos que me cercam, virem em minha ajuda quando estiver em dificuldades, e me sustentar se vacilo. Fazei, Senhor, que eles me inspirem a fé, a esperança e a caridade; que sejam para mim um apoio, uma esperança e uma prova da Vossa misericórdia; fazei, enfim, que eu encontre junto deles a força que me falta nas provas da vida, e, para resistir às sugestões do mal, a fé que salva e o amor que consola. Que assim, seja, que assim seja!

Fiquem com Deus e a proteção dos seus Anjos de Guarda.


Share/Save/Bookmark

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Santa Catarina tem 69 pontos impróprios para banho de mar

Praia da Cachoeira do Bom Jesus, em Florianópolis, passou pelo teste de balneabilidade

Dos 184 pontos analisados no terceiro relatório de balneabilidade da temporada, 69 se mostraram impróprios para banho. Na semana passada, 49 locais em praias catarinenses foram reprovados pela Fundação do Meio Ambiente (Fatma).

A pesquisa leva em conta apenas a incidência da bactéria Escherichia coli, abundante em fezes de animais, inclusive nas do homem. As coletas são feitas mensalmente de abril a novembro e semanalmente de dezembro a março.

A pesquisa de balneabilidade é realizada pela Fatma desde 1976. Ela começa com a coleta de amostras da água do mar em mais de 180 pontos dos 500 quilômetros da costa catarinense.

A amostragem inclui também a Lagoa da Conceição, em Florianópolis; o Canal do Linguado (Balneário da Barra do Sul); a Lagoa de Barra Velha; Lagoa de Ibiraquera, em Imbituba; Lagoa do Faxinal, dos Esteves e dos Freitas (todas em Içara); o Canal do Camacho e a Lagoa do Arroio Corrente (ambos em Jaguaruna); e a Lagoa de Cabeçudas, em Laguna.

A Fatma seleciona esses pontos de tal forma que todo o litoral seja avaliado, concentrando as coletas justamente nos locais mais suscetíveis de poluição — os de maior fluxo de banhistas. ClicRBS


Share/Save/Bookmark

Mugabe: 'O Zimbábue é meu'

O presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, com sua mulher, Grace, nesta sexta-feira no congresso do partido do governo na cidade de Bindura

O Zimbábue é meu", disse nesta sexta-feira (19) seu presidente, Robert Mugabe, em discurso no qual chamou seu primeiro-ministro designado, o opositor Morgan Tsvangirai, de "um testa-de-ferro do Ocidente".

"O Zimbábue nunca se renderá", disse Mugabe, em seu discurso de inauguração da conferência anual da União Africana Nacional do Zimbábue-Frente Patriótica (Zanu-PF).

Vestido com um jaqueta de cor verde e um boné de beisebol, Mugabe disse que Tsvangirai, líder do opositor Movimento para a Mudança Democrática (MDC), é "digno de lástima".

"Ele (Tsvangirai) já não tem controle nem de si mesmo. Isto é o que acontece quando alguém se transforma em uma marionete", disse Mugabe de seu rival.

De acordo com os termos de um acordo para compartilhar o poder em setembro entre a Zanu-PF e o MDC, Tsvangirai foi designado primeiro-ministro de um Governo de unidade no qual Mugabe continuaria sendo presidente e que, segundo se disse então, poderia tirar o Zimbábue de sua grave crise política, econômica e humanitária.

O acordo está a ponto de cair, porque Mugabe pretende monopolizar para a Zanu-PF todos os ministérios principais deixando ao MDC em um papel de sócio minoritário.

Morgan Tsvangirai advertiu hoje que seu partido suspenderá as negociações com a Zanu-PF se o governo continuar reprimindo a oposição política e os ativistas de direitos humanos do Zimbábue.

Em entrevista coletiva em Gaborone, capital de Botsuana, Tsvangirai disse que 42 militantes do MDC foram seqüestrados.

"Se os seqüestros não cessarem imediatamente e se todos os desaparecidos não forem libertados ou levados a um tribunal de Justiça até 1º de janeiro de 2009, solicitarei ao Conselho Nacional do MDC que aprove uma resolução para suspender todas as negociações e contatos com a Zanu-PF", disse Tsvangirai. AFP


Share/Save/Bookmark

Opinião do Estadão: Liderança contestada

Presidente Lula e o Presidente de Cuba, Raúl Castro, durante cerimônia oficial de chegada ao Brasil

A região [América Latina e Caribe] é mais do que pródiga em pronunciamentos em prol da integração e menos do que apta a manter em pé os seus organismos supranacionais. Se o Mercosul e o Pacto Andino, que reúnem, cada qual, um punhado de países, não funcionam, que dirá uma entidade com 33 membros - que pouco têm em comum além da situação no mesmo continente. Muito menos interesses nacionais, como, aliás, ficou demonstrado na reunião de Sauípe. De resto, não pode ter futuro uma instituição multilateral concebida para se opor a algo, no caso os EUA, e sem nenhum objetivo concreto positivo. Salvo Cuba, os países caribenhos, que aritmeticamente serão a maioria dos sócios desse clube do anti, de tal modo dependem do intercâmbio comercial com a América do Norte que bloquearão qualquer iniciativa substancial (supondo que a Oealc seja capaz disso) de confronto com o "império". Não há de ter sido por outra razão que os seus governantes entraram mudos e saíram calados da conferência na Bahia.

Leia o texto completo aqui.


Share/Save/Bookmark

Isso não pode ser coisa séria - Félix Fischer arquiva julgamento contra Jackson Lago

Félix Fischer, ministro do TSE, acabou de pedir vista e arquivar o julgamento do caso de Jackson Lago. Agora ele só deve levar a discussão de volta ao plenário quando se sentir pronto para votar, o que deve acontecer em fevereiro do ano que vem.

Lago é acusado por abuso de poder econômico e captação ilegal de votos nas eleições de 2006. Durante a campanha, o governador teria fechado convênios e transferido quase R$ 280 milhões para 156 municípios maranhenses. Além de ter distribuído combustível, fechado convênios com entidade fantasma e construído casas na periferia da capital São Luis em troca de votos.

O pedido pela cassação é de autoria da coligação Maranhão, A Força do Povo, da qual faz parte PMDB, partido da senadora Roseana Sarney. Se o mandato de Lago for cassado, ela assume o governo do estado.

O julgamento de Jackson Lago estava previsto para a ontem. Mas o pedido de vista do ministro Arnaldo Versiani em um outro caso irritou o ministro Joaquim Barbosa, que não quis mais participar dos julgamentos marcados para a última quinta-feira. É norma do tribunal só julgar cassação de mandatos com o quorum completo.

Além de Lago e Cássio Cunha, outros cinco governadores estão ameaçados de perder os mandatos. As denúncias são, na sua maioria, por abuso de poder econômico e captação ilícita de votos.

Na lista de governadores sob ameaça de cassação, estão Luiz Henrique da Silveira (PMDB), de Santa Catarina, Ivo Cassol (sem partido), de Rondônia, Marcelo Déda (PT), de Sergipe, Marcelo Miranda (PMDB), de Tocantins, José de Anchieta Júnior (PSDB), de Roraima, e Waldez Goés (PDT), do Amapá. Blog do Noblat


Share/Save/Bookmark

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Laguna – Apesar de tudo, eu gosto!

Para esse pessoal que vive reclamando que eu não publico nada sobre a terra que me adotou, vai uma pequena amostra do Centro Histórico da Laguna.

Mostro rapidamente o Cine Mussi (fechado há muito tempo), o prédio do Hoepcke (construção pintada de amarelo que hoje abriga uma loja de móveis), as casas antigas que dão de frente para o cais, o sino do Rotary Club, o cais propriamente dito, um dos diversos barcos que levam passageiros para a “Carniça” e Barra, detalhe do Mercado Público e as bobagenzinhas da decoração de natal.

Estou analisando se vou ter disposição para registrar o descaso das autoridades com relação ao Patrimônio Histórico dessa linda cidade. Coisa para o próximo ano.

Um abraço.


Share/Save/Bookmark

Sujou - Mesa da Câmara não promulgará PEC dos vereadores

Sessão do Senado (17 e 18/12/2008) - Abaixo a cacalhada que tá no "seguro". Acima os vereadores que ganharam mas não levaram aguardando a votação da PEC. Só tem sangue bom

A Mesa da Câmara decidiu não promulgar a proposta de emenda constitucional (PEC) que aumenta o número de vereadores no País e foi aprovada nesta madrugada pelo plenário do Senado. A PEC aprovada aumenta de 51.924 para 59.267 o número total de vereadores no País. O aumento - de 7.343 vereadores -, segundo o relator da PEC, senador César Borges (PR-BA), não significará maiores gastos para os municípios com a manutenção das câmaras de vereadores, mas a Mesa da Câmara não concorda com essa interpretação.

A Mesa da Câmara concluiu que o texto da PEC aprovado pela Câmara antes do Senado foi muito modificado pelos senadores e, portanto, terá que passar por nova análise e votação pelos deputados. "Houve alteração substancial na PEC, e ninguém pode nos assegurar que o que foi separado pelos senadores será votado", disse o 2º vice-presidente da Câmara, deputado Inocêncio Oliveira (PR-PE), ao sair da reunião da Mesa da Câmara. O Senado tirou do texto da Câmara a parte da PEC que reduzia gastos com os vereadores e aprovou apenas o aumento no número de vereadores.

"A Câmara votou uma proposta, e o Senado aprovou outra. A Mesa da Câmara não assinará esta PEC", declarou Inocêncio. Uma proposta de emenda constitucional, quando é aprovada pelas duas Casas, precisa ser promulgada pelas duas Mesas - a da Câmara e a do Senado. Com a decisão adotada pela Mesa da Câmara, o Senado terá que enviar o projeto para nova votação no plenário do Câmara.

Atualização das 17h21m

Garibaldi critica decisão da Câmara sobre vereadores - O presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), disse nesta quinta-feira que foi "surpreendido" com a decisão do presidente da Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), de não assinar a promulgação da proposta de emenda constitucional (PEC) que aumenta em 7.343 o número de vagas de vereadores em todo País. "Acho que em qualquer hipótese o que aconteceu não poderia deixar de ser precedido de um diálogo entre os presidentes da Casa, das duas mesas. Divergências podem existir. O que não pode existir é o confronto", reclamou Garibaldi. "Foi uma divergência grave que resultou na falta de diálogo entre as duas Casas. Se trata de falta de harmonia."

Agência Estado


Share/Save/Bookmark

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Se a moda pega - TSE nega registro a candidatos que tentavam obter terceiro mandato por meio de mudança de domicílio eleitoral

Sessão plenária do TSE (17/12/2008) sob a presidência do ministro Carlos Ayres Britto

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou, na sessão desta quarta-feira (17), os registros de candidatura de José Rogério Cavalcante Farias, prefeito reeleito em Porto de Pedras (AL), e a José Petrúcio Oliveira Barbosa, que disputou a prefeitura de Palmeira dos Índios (AL), por tentarem concorrer a um terceiro mandato para o mesmo cargo mediante transferência de domicílio eleitoral. Os registros dos candidatos foram rejeitados pelo Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE-AL).

Por maioria de votos, os ministros do TSE entenderam que a possibilidade de obtenção de um terceiro mandato em um outro município, por prefeito eleito e reeleito em outra localidade, por meio de transferência de domicílio eleitoral, representaria o desvirtuamento deste instrumento eleitoral e a consolidação dos chamados “prefeitos itinerantes”.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Carlos Ayres Britto, que havia pedido vista nos recursos apresentados por Rogério Farias e José Petrúcio Oliveira, destacou em seu voto que o artigo 14 da Constituição Federal é bem claro ao permitir apenas uma reeleição do prefeito, proibindo o exercício de um terceiro mandato mesmo em municípios diferentes.

"Somente é possível eleger-se ao cargo de prefeito por duas vezes consecutivas. Após isso, apenas permite-se, respeitado o prazo de desincompatibilização de seis meses, a candidatura para outro cargo”, afirmou o ministro Carlos Ayres Britto ao rejeitar os recursos. Agência TSE


Share/Save/Bookmark

Tim Maia canta “Vale-Tudo” ao vivo

 


Tim Maia marcou a música brasileira com sua voz potente e muito suíngue e romantismo em suas músicas. Sucessos não foram poucos ao longo da carreira. No primeiro disco, Tim estourou nas rádios com Primavera. Antes mesmo de fazer sucesso, Sebastião Rodrigues Maia já era sucesso na voz de Roberto Carlos, com a canção Não Vou Ficar.

Daí em diante, Tim gravou 32 discos em 28 anos de carreira.

Tim Maia morreu há 10 anos (completos no dia 15 de março). Com um vozeirão e talento musical únicos, Tim criou o samba-soul e gravou canções que mexem com as pessoas até hoje, como Me Dê Motivo e Vale-Tudo (vídeo).

Separei para vocês essa pérola: Tim Maia cantando ao vivo Vale-Tudo no programa Ensaio da TV Cultura, em 1992.

Vale a pena!


Share/Save/Bookmark

Lula pede a líderes latinos que não sejam servis aos EUA

É muito caco junto - Lula durante encontro com chefes de Estado e de Governo na Costa do Sauípe, Bahia, 17/12/2008

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu aos demais governantes da região que não sejam "servis" aos Estados Unidos, no encerramento da 1ª Cúpula da América Latina e do Caribe, realizada em Costa do Sauípe, na Bahia.

"Acho que muitas vezes o comportamento super serviçal na política é o que faz com que as pessoas não sejam devidamente tratadas e devidamente respeitadas", disse. Ele deu a declaração em uma sessão que seria a portas fechadas, mas que, por engano da organização, teve o sinal aberto à sala de imprensa.

Lula exemplificou citando um fato ocorrido durante a reunião do Grupo dos Oito (G8, as sete nações mais ricas do mundo e a Rússia) em 2003. "Eu cheguei e todo o mundo estava sentado, cumprimentei, e quando o presidente (dos Estados Unidos, George W.) Bush entrou, todo o mundo se levantou e eu, junto com (o então secretário-geral da ONU) Kofi Annan, disse: não vamos nos levantar", disse.

"Não nos levantamos e Bush se dirigiu para nos cumprimentar sem nenhum problema, sem fazer nenhuma diferença", acrescentou.

O presidente brasileiro também afirmou que vários países que participaram com o Brasil da criação do Grupo dos Vinte (G20, que reúne os países mais ricos e principais emergentes) na reunião ministerial da Organização Mundial do Comércio (OMC) em Cancún, México, em 2004, "sofreram pressão e não compareceram na próxima reunião que nós fizemos". "Sinto que essa consciência está mudando; as pessoas estão aprendendo que é importante ter relações com todos os países e que ser servil não ajuda a crescer".

"Ninguém deixa de reconhecer a importância dos Estados Unidos. É mais forte militar e tecnologicamente", disse Lula. "Ninguém quer deixar de fazer negócios com a UE (União Européia), com os Estados Unidos, nem (o presidente da Venezuela, Hugo) Chávez, mas queremos fazer em condições legítimas, adequadas e que possamos discutir nossas possibilidades".

Se isso não for feito, "nunca cresceremos como nações, ficaremos sempre pobres como países da periferia". Para Lula, "esta crise (econômica mundial) é uma oportunidade para repensar o tipo de economia que queremos, porque os modelos atuais, que pareciam infalíveis, foram criados depois da Segunda Guerra Mundial". Agência EFE


Share/Save/Bookmark

Lei é lei - Presidente do TSE dá fim à discussão sobre "infiel"

Ministro Ayres Britto, um verdadeiro poeta, e Arlindo Chinaglia, o rancoroso e ruim de voto

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Carlos Ayres Britto, afirmou que, com a decisão do STF de afastar imediatamente do cargo o deputado Walter Brito Neto (PB) por infidelidade partidária, "não tem mais o que discutir". O Plenário da Suprema Corte determinou nesta tarde o afastamento imediato do parlamentar por ter trocado o partido oposicionista DEM pelo governista PRB, alegando perseguição política. "Não (tem mais recurso). Não tem mais o que discutir", disse o magistrado após a decisão.

O parlamentar teve o mandato cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por infidelidade partidária, mas o presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia, resistiu desde então em cumprir a determinação judicial e empossar o suplente do cargo, Major Fábio (DEM-PB).

Durante a sessão plenária, Ayres Britto criticou o presidente da Câmara por não afastar o deputado paraibano e disse que a iniciativa colocava em risco a própria autoridade do Poder Judiciário. "Me causa preocupação a recalcitrância do presidente da Câmara dos Deputados, que, sabedor da decisão do TSE, não se dispõe a cumpri-la. Está em jogo a própria autoridade do Judiciário, a 2ª Turma e o próprio TSE", afirmou ele durante o julgamento.

"Não tem irritação nenhuma, nenhuma, nenhuma (com Chinaglia). Eu apenas lembrei que ontem houve a prolação de duas decisões convergentes, ambas por unanimidade, convergentes porque no mesmo sentido, da imediata posse do deputado", lembrou o ministro no intervalo da sessão plenária. "Não falaria em resistência (da Câmara em afastar o deputado infiel), acho que há um certo cuidado por ser um caso pioneiro", opinou, sem polemizar, o presidente do STF, Gilmar Mendes. "Está tudo andando dentro de sua normalidade".

Atualização das 19h01m

O presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), convocou uma reunião da Mesa Diretora para a manhã desta quinta-feira (18) para decidir o afastamento do cargo do deputado Walter Brito Neto (PRB-PB), cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por infidelidade partidária. O Supremo Tribunal Federal (STF) recusou nesta quarta-feira (17) o último recurso contra a cassação do parlamentar.

Chinaglia afirmou ter conversado por telefone com o presidente do Supremo, Gilmar Mendes, logo após a decisão do tribunal. Para o petista, com os recursos esgotados, a Mesa deve confirmar a cassação do deputado e abrir a vaga para o suplente, Major Fábio (DEM-PB).

“Dado que é uma decisão irrecorrível, a Mesa, na minha opinião, caminha pela resolução na qual o deputado Walter Brito Neto perderá seu mandato pela decisão do Supremo”, disse Chinaglia.

Informações da Agência Estado e Portal G1


Share/Save/Bookmark

Garibaldi é escolhido candidato do PMDB no Senado

Senador Garibaldi Alves Filho preside Sessão do Congresso Nacional desta quarta-feira

Em reunião da bancada do PMDB no Senado, realizada na tarde de hoje, o partido escolheu, por unanimidade, o nome do atual presidente do Senado, Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), para ser o candidato do partido à reeleição.

Segundo peemedebistas que deixaram a reunião, Garibaldi leu uma carta aos membros da legenda falando da sua intenção em permanecer na cadeira da presidência no ano que vem e foi acolhido por todos, inclusive pelo senador José Sarney (PMDB-AP), que vinha sendo apontado como suposto candidato do PMDB à Presidência do Senado.

Com isso, o partido terá candidatura própria para o Senado, com Garibaldi Alves, e para a Câmara dos Deputados, com o deputado Michel Temer (PMDB-SP).

Além de Garibaldi, já foi confirmada a candidatura do senador Tião Viana (PT-AC), atual 1º vice-presidente da Casa.

Atualização das 18h10m

O presidente do Senado, Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), afirmou nesta quarta-feira que, mesmo que algum partido questione a sua reeleição ao cargo, sua candidatura tem respaldo jurídico e de forma alguma poderá ser invalidada. Garibaldi respondia às declarações feitas por senadores do PT. Eles argumentam que Garibaldi não pode ser candidato novamente, já que a Constituição proíbe a reeleição de presidentes da Câmara e do Senado durante a mesma legislatura.

O senador alegou, no entanto, que assumiu o cargo na vaga do senador Renan Calheiros, no estilo "mandato tampão", e isso lhe daria o direito de concorrer novamente. Garibaldi diz ter pareceres de diversos juristas que confirmam a legalidade da candidatura.

"(Minha candidatura) é plenamente sustentável juridicamente. Os pareceres estão aí de juristas credenciados (...) e mostram claramente que eu posso ser candidato, e o Plenário vai mostrar que eu posso ser reeleito", afirmou. Redação Terra
Share/Save/Bookmark

Índios se instalam em uma das áreas mais valorizadas de Brasília

Comentário:

Índio sem terra ou sem vergonha na cara?

A questão indígena tomou proporções escandalosas no Brasil. Não há qualquer controle com relação às áreas que esse povo deve habitar. Organizações não governamentais (as famigeradas ONGs) internacionais fazem o que querem e ainda são apoiadas pelo governo federal que deveria coibir esse verdadeiro abuso.

Tem muita terra para pouco índio. O que destinaram como área contínua na reserva Raposa Serra do Sol (Roraima) daria para abrigar todas as comunidades e etnias indígenas existentes no Brasil e ainda sobraria muito espaço.

Já passou da hora das autoridades (o Judiciário em especial) tomarem providências e expulsarem essas organizações estrangeiras que são verdadeiras ameaças à soberania nacional.


Share/Save/Bookmark

Enchentes em Santa Catarina - Menina acha R$ 20 mil em casaco recebido como doação e avô devolve ao dono

Casaco seria repassado a outros desabrigados, porque a roupa era muito fina para o estilo de vida da família, disse Daniel Manoel da Silva

A menina Daniele Maria Annater, 5 anos, queria apenas brincar com o casaco de couro e pele antes que ele fosse colocado junto ao monte de roupas que seria repassado a outros desabrigados. A família recebeu o casaco como doação depois de perder tudo na localidade de Alto Baú, em Ilhota, no Vale do Itajaí, mas nem a mãe nem as tias da menina se interessaram pelo peça. Quando vestiu o casaco, Daniele teve uma surpresa. Encontrou R$ 20 mil escondidos na manga.

Assim que pegou o dinheiro, o avô da menina, Daniel Manoel da Silva, 58 anos, foi atrás do doador, que é morador de Concórdia, município no Meio-Oeste catarinense, para devolvê-lo.

— Se o dinheiro fosse entregue nas minhas mãos, teria aceitado com certeza, pois agora precisamos. Mas é uma questão de criação, fui educado assim e estou com a consciência limpa — contou seu Daniel, que foi presenteado com R$ 1 mil pela honestidade.

O agricultor, que plantava cana e fabricava cachaça artesanal, disse que iriam dar o casaco para outras pessoas que também tinham perdido tudo, pois era uma roupa muito fina para o estilo de vida deles.

No último mês, muita coisa mudou na vida da família de seu Daniel. No domingo, 23 de novembro, a casa nova da famíla foi encoberta pela lama e cinco familares morreram soterrados: Luis Paulo Hostim, 17 anos, João Pedro Silva, um ano e oito meses, Joana Maria Annater, sete meses, Nelson Galdino da Silva, 62 anos, e Maria Tatiana Hostim, sete meses.

Isabel Cristina da Silva, filha de Daniel, que foi contratada como modelo

Pai de modelo

Apesar da tristeza pela perda da casa e dos parentes, seu Daniel foi presenteado com a contratação de sua filha por uma agência de modelo de São Paulo. O book de Isabel Cristina da Silva, de 17 anos, foi descoberto na lama pelo jornalista Caco Barcellos, quando ele esteve na região do Morro do Baú para mostrar a tragédia que se abateu sobre o Vale do Itajaí. ClicRBS


Share/Save/Bookmark

Chinaglia terá 24h após intimação para cumprir decisão que cassou deputado

O deputado Walter Brito Neto, o presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia, e o presidente do TSE, Ayres Britto

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu nesta terça-feira (16) intimar o presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), a cumprir no prazo de 24 horas, a partir do recebimento da intimação, a decisão que cassou o mandato do deputado federal Walter Brito Neto (PRB-PB) por infidelidade partidária e determinou a dar posse ao suplente do parlamentar.

Em plenário, os ministros decidiram que se Chinaglia não cumprir a intimação, que será encaminhada nesta quarta-feira (17) à Câmara, o caso será comunicado à Procuradoria-Geral da República (PGR) para sanções cabíveis. Os ministros ainda não definiram quais seriam as penalidades as quais o presidente da Câmara estará sujeito caso descumpra a ordem do TSE.

Na tarde desta terça, a 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) determinou o imediato afastamento do deputado do cargo, independentemente da publicação de acórdão.

Depois da decisão, no entanto, Chinaglia afirmou que a Câmara irá aguardar o julgamento de outro recurso contra a cassação de Walter Brito Neto antes de decidir sobre seu afastamento do cargo.

O outro recurso, impetrado pelo PRB, é semelhante ao agravo de instrumento negado nesta tarde, em que o deputado contesta a decisão do TSE, que em maio cassou o mandato do parlamentar. A assessoria de imprensa do STF confirmou que a análise do recurso do partido deve ocorrer em plenário nesta quarta-feira. Portal G1


Share/Save/Bookmark

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Enchentes em Santa Catarina - Defesa Civil contabiliza danos provocados pelas últimas chuvas

Detalhe da barreira que caiu próximo ao condomínio Nova Cidade, em Palhoça, Grande Florianópolis

As chuvas de segunda-feira (15) e da madrugada desta terça-feira (16) trouxeram mais prejuízos em, pelo menos, seis municípios de Santa Catarina. Conforme registro no Departamento Estadual de Defesa Civil (Dedc), a cidade mais afetada é Palhoça, onde mais de dez bairros enfrentam alagamentos. De acordo com relatório divulgado pela Defesa Civil no início da noite desta terça-feira, só a cidade de Joinville já soma 20 mil desalojados.

Em Palhoça, a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil atendeu ocorrências de alagamentos de ruas e casas nos bairros Frei Damião, Ponte de Imaruí, Pedra Branca, Eldorado, Centro, Rio Grande e Brejarú. Nos bairros Passa Vinte, Jardim das Palmeiras e Bela Vista foram registrados deslizamentos. No Passa Vinte, 32 apartamentos de um condomínio residencial foram evacuados, por medida de segurança. Entre as pessoas que deixaram os apartamentos, cerca de seis famílias foram alojadas em um abrigo no bairro Bela Vista, no Centro Educacional Dom Jaime Câmara, antiga Fucabem. As famílias abrigadas em salões de festa continuam no local. A Defesa Civil municipal ainda não repassou o número de pessoas que foram retiradas de suas residências.

No município de São José, a chuva provocou alagamentos nos bairros Sertão do Imaruim, Forquilhinha, Picadas do Sul e Flor de Nápolis. As pessoas que tiveram que deixar suas casas devido aos riscos de deslizamentos ou alagamentos já retornaram no fim da tarde desta terça-feira (16). Não há desabrigados no município.

Pelo menos oito bairros foram afetados pelas chuvas fortes em Joinville, onde, conforme informações repassadas ao Dedc pelo Corpo de Bombeiros e pela Polícia Militar Ambiental, há 20 mil pessoas desalojadas, 120 desabrigadas e cerca de 250 mil afetadas. No município foram 7 mil residências danificadas e 3 totalmente destruídas. Defesa Civil/SC


Share/Save/Bookmark

BC dos EUA reduz taxa de juros para menor nível histórico

Veja as taxas de juros em vários países e regiões do mundo – Arte G1

O Fed (Federal Reserve, o Banco Central dos EUA) decidiu nesta terça-feira (16) reduzir a taxa de juros para o menor nível histórico do país.

Com a decisão, a taxa praticada nos EUA agora passa para um patamar flutuante de zero a 0,25% ao ano. Antes desse corte de no mínimo 0,75 ponto, a taxa do país era de 1% ao ano. O Fed também sinalizou que vai manter as taxas "excepcionalmente baixas" por mais tempo.

A redução é mais uma na sequência de baixa que já derrubou a taxa básica dos EUA em quase cinco pontos percentuais em pouco mais de um ano, desde o nível de 5,25% ao ano que prevalecia antes do início da crise financeira no ano passado.

Panorama

No comunicado onde explica sua decisão, o Fed disse "irá empregar todas as ferramentas disponíveis" para promover a volta do crescimento econômico, mantendo a estabilidade dos preços. Entre essas ferramentas, o órgão cita a compra de papéis da dívida hipotecária para desbloquear empréstimos.

O comitê também ressalta que desde o último encontro os dados apontam para uma deterioração nos gastos do consumidor, investimentos e produção. Além disso, os mercados financeiros permaneceram restritos assim como as condições de crédito. "De maneira geral, o cenário para a atividade econômica enfraqueceu ainda mais."

Por outro lado, o Fed nota que a inflação caiu de forma notável. E a expectativa do comitê é de preços ainda menores em função da baixa no valor das matérias-primas e da menor atividade. Portal G1

Comentário: É vergonhoso para o Brasil sustentar uma taxa de juros como esta. E o nosso ilustrado presidente ainda tem a coragem de mandar as pessoas comprarem e se pendurarem no crediário. Baita cara de pau!


Share/Save/Bookmark

Cabeça erguida, Furacão - Após rebaixamento, Figueirense dispensa 12 jogadores

Paulo Prisco Paraiso, diretor do Figueirense, em entrevista coletiva na sede do clube

A diretoria do Figueirense segue cumprindo seus planos de reformulação do elenco para 2009. Com o rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro, o time catarinense decidiu dispensar 12 jogadores. O anúncio foi feito nesta terça-feira pelo clube, que liberou atletas com contrato terminando no fim de 2008.

Além do volante Gomes e do atacante Wellington Paulista, que já foram anunciados como reforços de Goiás e Guaratinguetá, respectivamente, outros dez jogadores estão sem clube para 2009. São eles: o zagueiro Renato, os volantes Magal e Jackson, os laterais Diego, Alex Cazumba e Peter, os meias Rodrigo Fabri e Ramon, e os atacantes Lima e Tadeu.

Apesar das numerosas dispensas, a diretoria do Figueirense disse que já trabalha para trazer peças de reposição. Em 2009, além da Série B, o clube disputa o Campeonato Catarinense e a Copa do Brasil. Agência Estado


Share/Save/Bookmark

Gente fina - Morales anuncia que só dará entrevistas a jornalistas estrangeiros

Evo Morales come um bolinho com Michelle Bachelet (Chile) na Costa do Sauípe, Bahia

O presidente boliviano, Evo Morales, vai convocar apenas a imprensa internacional para as suas entrevistas coletivas, enquanto os jornalistas do seu país "não pedirem desculpas ao povo pela manipulação que fazem das notícias", informou nesta terça-feira a estatal Agência Boliviana de Informação (ABI).

Morales falou sobre o assunto na segunda-feira no departamento de Cochabamba, na região central do país, antes de viajar para o Brasil onde está participando das cúpulas do Mercosul, da União de Nações Sul-Americanas (Unasul), do Grupo do Rio e da América Latina e do Caribe sobre Integração e Desenvolvimento (Calc).

"Em todo o caso vou convocar jornalistas das agências internacionais, porque penso que são mais responsáveis no tratamento da informação", disse o presidente, segundo a ABI.

Morales mantém uma relação conflituosa com a imprensa do seu país, acentuada após um incidente, na terça-feira passada (09), quando exigiu que um repórter do jornal "La Prensa" ficasse ao seu lado durante uma coletiva no palácio presidencial. O presidente disse que se o repórter não se aproximasse, para receber documentos que supostamente desmentiriam uma matéria do jornal, isso significaria que tinha mentido na reportagem. Folha Online


Share/Save/Bookmark

Ordem 'injusta e egoísta' prejudica integração, diz Raúl Castro

Raúl Castro é recebido por Lula na Costa do Sauípe, Bahia

O presidente de Cuba, Raúl Castro, afirmou nesta terça-feira, 16, que a crise internacional foi o resultado de uma "ordem econômica injusta e egoísta" e é um obstáculo para a integração econômica da América Latina. Em sua participação na reunião de cúpula do Mercosul, Raúl transmitiu as saudações do "companheiro Fidel", seu irmão, de quem recebeu oficialmente a condução do país no ano passado, depois de quase 50 anos de governo. Ao contrário de Fidel, conhecido por longos pronunciamentos, Raúl leu um brevíssimo discurso, no qual evitou se confrontar diretamente com os Estados Unidos

"Sabemos que o propósito reúne esforços, tem no caminho obstáculos nada desprezíveis, entre eles os efeitos de uma ordem econômica internacional injusta e egoísta que favorece os países desenvolvidos e os interesses das grandes corporações transnacionais", disse. Nesse sentido, o presidente cubano disse que a crise financeira e econômica atual é a "manifestação mais grave e indubitável" do sistema. "A vontade de integração na América Latina tropeça também nas reconhecidas desigualdades nos níveis de desenvolvimento, na insuficiente infra-estrutura, nas grandes injustiças sociais e nas imensas disparidades de receita", advertiu.

No entanto, Raúl Castro disse que Cuba também observa com satisfação os passos para avançar rumo à integração, com políticas que dão prioridade a programas sociais e de infra-estrutura, à complementação econômica e produtiva, e à redução das assimetrias.

Na noite de segunda, ao chegar ao balneário baiano, ele já havia disparado um recado sobre a questão do embargo a Cuba, por meio da imprensa. Afirmou que pretende discutir a questão com os EUA se o futuro presidente americano, Barack Obama, se dispuser. "Se o senhor Obama quer discutir, discutimos. Se não quer discutir, não se discute", afirmou. "É cada vez mais difícil manter Cuba isolada. Nós somos pequenos, mas demonstramos que não é possível nos dominar facilmente", completou. Estadão Online


Share/Save/Bookmark

Enchentes em Santa Catarina - Defesa Civil alerta para novos deslizamentos

Florianópolis - Parte do barranco cedeu no Morro da Caixa, próximo à via expressa

Para as próximas 12 horas, a Epagri/Ciram mantém a previsão de tempo instável com céu encoberto e chuva persistente ao longo do dia, na região Leste do estado.

A chuva poderá ser de intensidade moderada a forte em alguns momentos. O acumulado deve variar entre 40 e 60 mm, entre a Grande Florianópolis e o Vale do Itajaí; e de 50 a 80 mm na região próxima a Joinville, podendo provocar mais problemas de alagamentos e deslizamentos.

De acordo com os meteorologistas da Epagri/Ciram, o total de chuva acumulada nas últimas 12 horas, que foi de 179mm, já superou a média mensal de 172mm, no município de São José.

Diante das previsões, o Departamento de Defesa Civil (DEDC) recomenda a atenção da população devido aos riscos de deslizamento e mais alagamentos. Para garantir a segurança das pessoas, especialmente nas áreas de encostas e morros, a Defesa Civil solicita que qualquer sinal de deslizamento, como inclinação de árvores, movimentação do solo ou rachaduras, seja imediatamente comunicado à Defesa Civil do município, através do 199. No caso de alagamento, a população deve evitar o contato com a água, já que pode estar contaminada e provocar doenças. Também é aconselhável não dirigir em lugares alagados.

“É importante que a população fique atenta e que no caso de risco atenda às recomendações da Defesa Civil. Muitas pessoas morreram soterradas porque não obedeceram as determinações técnicas e permaneceram em regiões de risco”, ressalta Alves. Defesa Civil/SC


Share/Save/Bookmark

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Enchentes em Santa Catarina - Após furtos, empresa distribuirá donativos

Donativos chegam à Central de Distribuição da Vila Germânica – Blumenau

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de Blumenau vai contratar uma empresa de logística para distribuir donativos às vítimas das enchentes. A medida foi tomada após a divulgação de imagens pela RBS TV em que voluntários e integrantes do Exército apareceriam furtando roupas e mantimentos em um centro de triagem que funciona no Parque Vila Germânica, em Blumenau.

Nas imagens, divulgadas na noite de ontem, mulheres que trabalhavam como voluntárias no centro escolhiam peças de roupas que supostamente levariam para casa. Uma delas saiu do pavilhão com um carrinho de supermercado cheio.

A gravação também mostra soldados que descarregavam um caminhão de donativos pegando roupas, tênis e experimentando chapéus. De acordo com as imagens, eles colocaram tudo dentro das bolsas saíram com duas mochilas cheias. Conforme a reportagem, eles pertencem ao 23º Batalhão de Infantaria em Blumenau.

De acordo com Secretaria de Desenvolvimento Regional de Blumenau, que abrange as cidades de Blumenau, Gaspar, Pomerode, Luiz Alves e Ilhota, um Boletim de Ocorrência foi registrado no 1º Distrito Policial da cidade por furto. Além do boletim, outra medida tomada foi a transferência da central de donativos para outro local.

Apesar da contratação de mão de obra especializada para fazer a distribuição dos donativos, o trabalho voluntário ainda é aceito, informou a secretaria. Os casos registrados foram tratados como "isolados" e serão investigados. A empresa de logística deverá iniciar o trabalho ainda nesta semana, por tempo indeterminado.

De acordo com a reportagem exibida pela RBS TV, o comandante do 23º Batalhão de Infantaria em Blumenau afirmou que os soldados envolvidos serão investigados por uma sindicância, que tem 20 dias para ser concluída. Redação Terra


Share/Save/Bookmark

Poderosa - Madonna chega a acordo de divórcio por R$ 180,2 milhões

Madonna se apresenta durante a turnê "Sticky and Sweet" no estádio do Maracanã

Madonna chegou a um acordo de divórcio com o ex-marido Guy Ritchie de pelo menos 50 milhões de libras esterlinas (R$ 180,2 milhões), informou nesta segunda-feira a representante da diva pop, Liz Rosenberg.

Rosenberg disse que o acordo de divórcio prevê que Madonna transfira a Ritchie entre 50 milhões e 60 milhões de libras esterlinas (entre R$ 180,2 milhões a R$ 216,4 milhões).

O valor inclui a residência do casal em Ashcombe, na Inglaterra.

Ela afirmou que, apesar da questão financeira do divórcio ter sido resolvida, a guarda das crianças ainda está em discussão.

"Eu acredito que este é um dos maiores pagamentos em um acordo de divórcio", afirmou Rosenberg. Um representante de Ritchie se negou a comentar o caso.

Madonna realiza hoje o segundo show da turnê "Sticky and Sweet" no Rio e depois segue para São Paulo, que recebe o primeiro de três shows na próxima quinta-feira. Folha Online


Share/Save/Bookmark

Enchentes em Santa Catarina - RBS TV flagra furto de donativos em Blumenau

Uma reportagem veiculada pela RBS TV na noite deste domingo mostrou voluntários e soldados do Exército que trabalham na Vila Germânica, em Blumenau, no Vale do Itajaí, furtando roupas e mantimentos doados para às vítimas da enchente que atingiu Santa Catarina. As imagens mostraram pessoas saindo com o carro cheio de donativos.

Os furtos ocorreram no Pavilhão 1 do Parque Vila Germânica, que é administrado pelo governo catarinense. O local funciona como uma central de triagem de produtos doados do Brasil inteiro.
Havia duas maneiras de levar o material destinado aos flagelados das cheias. A primeira ocorria logo que os caminhões chegavam com os donativos. Os soldados descarregavam os produtos e empurravam para um monte. Outro grupo experimentava o material e, se servisse, colocava dentro de mochilas. Em seguida, saíam normalmente com mochilas cheias.

O grupo aparece pegando roupas, tênis e outros objetos. Cada um sai com pelo menos duas mochilas cheias. O outro grupo que furtava os donativos eram os voluntários e os conhecidos deles. Eles chegavam de carro e selecionavam o que agradava.

A opinião de Luiz Carlos Prates

Comentário: A falta de controle, a desorganização e a desonestidade de pessoas descompromissadas com a solidariedade dão margem a esse tipo de atitude. O que se verifica nessa matéria da RBS é a pontinha de um grande iceberg. Não mudou nada em relação às enchentes anteriores que assolaram o Estado de Santa Catarina. Por diversas oportunidades tenho utilizado o chat da CBN/Diário (programa Notícias na Manhã apresentado por Mário Motta) sugerindo que a Defesa Civil coloque em seu site um relatório de todas as doações feitas em dinheiro, a forma de aplicação desses recursos, quem pagou, quem recebeu, o que foi adquirido, os comprovantes fiscais, enfim, tudo o necessário para que a grande parte desses recursos fruto de doações chegue aos seus reais destinatários. Olho bem aberto com relação aos nossos “despretensiosos” políticos. Esses são os verdadeiros urubus do dinheiro e das ações voltadas ao auxílio das pessoas que atravessam tão difíceis tempos!

As notícias são do Diário Catarinense e RBS TV


Share/Save/Bookmark

Opinião do Estadão: Avanço na Justiça

Quando o Supremo Tribunal Federal (STF) decretou a ilegalidade, há dois meses, do sistema de audiência a distância - também chamado de videoconferência - nos processos criminais cujos réus se encontram encarcerados, não estava se pronunciando sobre o mérito da questão, mas sim sobre a competência constitucional de uma lei estadual paulista. Dizia o Supremo, então, que essa matéria é de âmbito federal - como, de resto, toda a legislação penal - e não poderia ser regulada pelos Estados. A aprovação, pela Câmara dos Deputados, na terça-feira, do projeto de lei que permite o interrogatório de presos e testemunhas por meio de videoconferência, apesar de apenas em casos excepcionais (como o de risco à segurança pública, às testemunhas ou por doença do réu), é um inegável avanço no rumo do aperfeiçoamento do sistema judiciário - e da própria segurança pública.

A lei aprovada veio do Senado - projeto do senador Aloizio Mercadante (PT-SP) - e, como observou o seu relator na Câmara, deputado João Campos (PSDB-GO), permitirá grande economia de recursos. É claro que essa economia - em recursos humanos e materiais - se acresce ao benefício de evitar o grande risco dos deslocamentos de presos dos presídios aos fóruns criminais, em razão das "operações de resgate" que têm sido praticadas com freqüência pelo crime organizado.

O presidente do Instituto Brasileiro Giovani Falcone, desembargador Wálter Maierovitch, lembrou uma frase do ex-procurador antimáfia da Itália Pierluigi Vigna: "Só a videoconferência é capaz de acabar com o turismo judiciário." A expressão parece oportuna para descrever as viagens de avião e as hospedagens de todo o aparato de segurança usado nos deslocamentos, entre Estados, de poderosos criminosos do tipo Fernandinho Beira-Mar. Mas, como não poderia deixar de ser, dirigentes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) - como o da seccional paulista, Luiz Flávio Borges D’Urso - se colocam frontalmente contra a lei da videoconferência e já se dispõem a pressionar o presidente Lula a vetá-la. O argumento principal desses dirigentes - eivado de corporativismo - é o de que a videoconferência possa "intimidar" o preso, impedindo-o de "se expressar com liberdade".

O fato é que o projeto aprovado toma pormenorizados cuidados para assegurar o direito de defesa dos réus dentro desse sistema. Prevê que, não sendo possível o interrogatório no presídio (defendido pela OAB em substituição à audiência a distância) nem por meio de videoconferência, será requisitada a presença física do réu em juízo; prevê que as partes serão intimadas com dez dias de antecedência para a realização da videoconferência; que antes do interrogatório o preso poderá acompanhar (pelo mesmo sistema tecnológico) a realização de todos os atos da audiência única de instrução e julgamento; que a sala de videoconferência será fiscalizada pelo juiz da causa, pelo Ministério Público e pela OAB; e que o réu terá acesso reservado ao telefone para comunicar-se com o seu defensor.

Não há, portanto, razões que justifiquem, sob a alegação de cerceamento da defesa, o veto presidencial ao avanço que o Congresso Nacional logrou aprovar, em nosso sistema judiciário, com a moderna tecnologia que propicia a segura audiência a distância. Sem falar que, apesar da posição contrária da OAB, um grande número de advogados não é insensível à busca de um sistema que ofereça à sociedade mais rapidez e segurança na Justiça.


Share/Save/Bookmark

domingo, 14 de dezembro de 2008

Imagens para a minha história

Meu querido filho Luiz Fernando - dezembro de 2008

Este final de semana resolvi atender a um antigo pedido de meu filho Luiz Fernando, um rapaz com 27 anos, cursando Administração na UFSC e apaixonado por cozinha. Isto mesmo, o cara é muito bom na arte da culinária. Ralou por mais de três anos na Espanha e voltou de lá fera em tudo quanto é tipo de comida.

Ele pediu para ficar aqui em minha casa na Laguna com alguns amigos por uma semana. Palavra que morro de ciúmes de emprestar o meu modesto cantinho pra qualquer pessoa, mesmo da família. Mas como poderia negar um pedido do meu próprio filho?

Meu cachorro Pimenta, do jeito que ele gosta de ficar

Além do meu vínculo com casa tinha outro "problema" para administrar: o meu cachorro Pimenta. O bicho é bem do mato, que nem o dono; gosta de sossego, de preguiça, de ficar deitado e passear pela praia quando lhe dá na telha.

Sábado, dia 6 de dezembro. Luiz Fernando chega por volta das 14h30m com mais quatro amigos. Explico a rotina da casa e as manias do Pimenta. Com "dor" no coração, deixo minha humilde morada e o fiel cachorro nas mãos dos "devassos".

Oito dias se passam até o meu retorno de Florianópolis para Laguna (domingo, 14, pela manhã). Chego em casa e encontro, como de costume, o Pimenta pulando na frente do portão. Silêncio total; nenhum ruído, nenhuma voz, nenhum movimento. Abro a porta e tenho a impressão de que um furacão (tipo Catarina, não tem?) havia acabado de passar pela cozinha, copa, sala, banheiro...

Imagem para a minha história - Laguna, dezembro de 2008 - Amigos de meu filho Luiz Fernando. Entre eles o Dica (segundo da esquerda) e o Jocas (de camisa vermelha)

Um "zumbi" que não conhecia aparece, passa por mim e diz: "Daí, cara!". Aos poucos a galera começa a acordar; um, dois três, 10. Deixei a casa com cinco "agentes" (como diz a polícia) e quando volto me deparo com uma verdadeira legião.

Snifs a parte, minha felicidade não poderia ter sido maior ao reencontrar, entre os ilustres hóspedes, dois amigos de infância do meu filho (o Dica e o Jocas). A emoção foi muito grande e tive que me conter. Me passou pela mente um breve filme sobre a minha infância e juventude; a importância das amizades verdadeiras e duradouras, coisas difíceis de se encontrar nos dias atuais.

E por falar em amizade, o meu AMIGO Mário Motta passou por aqui nesta semana em que eu não estava em casa; falou com meu filho (Luiz Fernando), perguntou por mim e brincou com o Pimenta. Bom, né?

Esse negócio de blog é muito bom por isso. Quem num passado não muito distante teria a facilidade de registrar momentos tão bonitos e marcantes como este?

Valeu!


Share/Save/Bookmark

Auslogics Disk Defrag – Um desfragmentador decente e rápido

Quem tem paciência para esperar a triste porém necessária tarefa do desfragmentador de disco que vem junto com o Windows?

Há mais de seis meses venho utilizando essa jóia chamada Auslogics Disk Defrag. Além de descomplicado o Auslogics é muito rápido e cumpre o que promete: deixar o seu disco rígido redondinho e bem organizado.

Faça o teste e veja se essa ferramenta importantíssima para a manutenção do seu HD merece ou não sua aprovação.

Clique aqui para baixar o programa que é pequeno, grátis e serve para qualquer versão do Windows.


Share/Save/Bookmark

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

‘Nação Catarina’ - A música da solidariedade

População do Morro do Baú Baixo recebe donativos - Luiz Alves, 28/11/2008

Bruno Marlos me envia letra e música de uma canção composta por ele que faz uma homenagem à terra e ao povo de Santa Catarina cruelmente atingidos pelas enchentes do mês de novembro.

A música é linda, de uma pureza e simplicidade raras. Nela a gente sente bater forte o coração de todos os catarinenses.

Bruno Marlos, que não conheço pessoalmente, deixa para vocês o seu presente, a sua solidariedade.

Nação Catarina

Parecia mesmo uma menina
Colhendo migalhas
Como quem colhe um pomar

A água veio numa grande madrugada
Hoje não restou mais nada
Nem ao menos o seu lar

Força de gigante
Olhar de gente grande
Querendo me ensinar
Que do fim, se chega ao começo
Isso foi só um tropeço
Que te fez levantar

Tratando de juntar os pedaços
Riscou no barro uns poucos traços
Começou a sorrir

Contagiados por aquela menina
De nome Catarina
Nunca hão de desistir

Força de gigante
Olhar de gente grande
Querendo me ensinar
Que do fim, se chega ao começo
Isso foi só um tropeço
Que te fez levantar

Clique aqui para ouvir ou baixar a música


Share/Save/Bookmark